APA do Lagoão em Araçuaí Pede Socorro


Publicado há 7 anos

Por Myrlene Pereira 
Comunicadora Popular
Cáritas Diocesana de Araçuaí / ASA Minas


Destinada à preservação da fauna e da flora locais, especialmente por se tratar de uma área considerada a grande “caixa d’água” de Araçuaí, a Área de Preservação Ambiental do Lagoão (APA Lagoão) vem sofrendo com os maus tratos dos “donos” da área. O último atentado foi uma grande queimada provocada na área de posse de um deputado federal. Nesta área, havia uma grande concentração de pequizeiros e várias espécies de madeira de lei, árvores protegidas por leis ambientais, que foram consumidas pelo fogo.

Indignados com o desrespeito à natureza local, o Conselho Gestor da APA do Lagoão procurou o parlamentar para esclarecimentos. O grupo foi recebido rispidamente, como afirmou o atual presidente do Conselho, João Eudes Prates. O Conselho apresentou denúncia à polícia ambiental local, que está averiguando o caso.
O responsável pela área atualmente afirmou que desconhece a proveniência do incêndio, que durou quatro dias e atingiu boa parte da flora local. Além disso, a área vem sendo alvo da monocultura do eucalipto e da extração ilegal de madeira, mas até o momento ninguém foi punido. As comunidades no entorno da APA esperam que ela não seja mais uma área que, ao invés de ser protegida, seja consumida não só pelo fogo, mas pelo desrespeito humano.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA