Araçuaí: Estudantes saem às ruas pedindo campus da UFVJM


Publicado há 8 anos, 7 meses

Por Álbano Silveira Machado (Banu)
Blogueiro e comunicador popular do Vale do Jequitinhonha


Os estudantes secundaristas de Araçuaí, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas. tomaram conta das ruas da cidade em uma grande manifestação por campus da Universidade Federal doVales do Jequitinhonha e Mucuri. Eles gritavam, cantavam e dançavam seguindo um carro de som.


Cerca de 1.000 estudantes se concentraram na prça do Fórum e seguiram em passeata pela Rua Gentil de Castro, passando pela porta da Prefeitura, subindo até o Mercado Municipal, Rodoviária, parando na Praça das Rosas, ao lado do Hospital, quando ouviram e cantaram o Hino Nacional.

A manifestação contou com presença de estudantes uniformizadas de escolas estaduais e particulares. Carregavam faixas com dizeres como "Queremos um campus aqui", " Universidade em Araçuaí é a alavanca para o desenvolvimento", " Campus da UFVJM fora do Vale? Que injustiça".

Maria das Graças Silva Santos, de 17 anos, afirma que seu sonho é estudar em uma escola federal, com educação de qualidade como a UFVJM, mas sua família não teria condições de mantê-la e Teófilo Otoni ou Diamantina. Ela quer estudar Odontologia ou Enfermagem.

Campus no Vale

A luta por campus da UFVJM tomou conta do Vale do Jequitinhonha. Desde 16 de fevereiro quando o MEC - Ministério da Educação anunciou a criação dois campi da universidade em Una~i, no noroeste de Mias, e Janaúba, no norte de Minas, uma forte reação do povo do Vale aconteceu. A partir das redes sociais (blogs, sites, face book, orkut) cidadãos/ãs do Vale se articularam e pressionaram deputados, a Reitoria da UFVJM, o CONSU - Conselho Universitário e a Secretaria de Educação Superior do MEC.

Deu resultado parcial: o MEC sinalizou que criaria uma campus no Médio Jequitinhonha. De imediato, duas ciades despontaram como possível sede: Araçuaí e Itaobim. Porém, o Reitor andou anunciando que a cidade de Jequtinhonha poderia ser a sede, sendo que a cidade está no Baixo Jequitinhonha e não é polo regional.


Outras cidades como Capelinha, Itamarandiba e Minas Novas fazem a mesma reivindicação.

Um abaixo-assinado correu várias cidaes do Vale do Jequitinhonha. Algumas com documento unificado, pedindo campus em cidades do Vale, outros puxando para sua cidade.


Um abaixo-assinado eletrônico já conta cm 792 assinaturas, nesta quarta-feira, dia 05.10.

O CONSU - Conselho Universitário se reunirá nesta sexta-feira, dia 07.10, às 8:30 horas, com seus 32 membros, todos da Universidade, com excessão de um representante da sociedade civil. Este conseloheiro é o José Nelson, de Araçuaí, da Cáritas Diocesana.

Várias caravanas de cidades do Vale prometem participar da reunião do CONSU, apresentando as suas reivindicações.


O Movimento "A UFVJM é nossa"! que desencadeou todo este processo de mobilização social solicitou um espaço para apresentar suas propostas. O Reitor ainda não respondeu a esta solicitação até esta quarta-feira, 05.10.


Mesmo assim, alguns responsáveis pelo Movimento como Maria do Rosário Sampaio, pesquisadora da Fundacentro/ MTE, de Capelinha; Álbano Silveira Machado, psicólogo, de Berilo; Higino Pedro, da Cemig, de Araçuaí: Bernardo Vieira, servidor público, de Minas Novas; Erick Ramalho, filósofo, de Coronel Murta; Mafáflia Aparecida, enfermeira, de Itaobim, Osmar Freire, fotógrafo, de Itaobim; e muitos outros garantiram estar presentes na reunião.

Fonte: www.blogdobanu.blogspot.com.br

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA