Cisternas nas Escolas


Publicado há 8 anos, 1 mês


Blog Planeta Água
18/07/2011
No Semiárido brasileiro, muitas famílias ainda sofrem com a falta de água, um problema que afeta toda a rotina tanto dos mais velhos quanto das crianças. A reportagem “Água no Vale”, da revista Escola Pública conta um pouco como as escolas da região superaram o problema. 75% das instituições de ensino da região (mais de 28 mil) não têm acesso a água nenhuma.

Pensando nisso, a ONG Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA) criou o projeto “Cisternas nas Escolas”. A ideia é utilizar reservatórios de 52 mil litros que podem guardar a água da chuva durante o inverno, para usá-la depois, na época das secas.

Uma das escolas que faz parte da ação é a Ambrozina Rodrigues, que tem 24 alunos e fica em Araçuaí/MG. Por causa da falta de água, a prefeitura queria fechá-la e passar essas crianças para outro local mais longe. A partir daí, os pais e a professora começaram a se mobilizar para dar um jeito no problema da água e evitar todo esse transtorno da mudança.

A escola já estava na lista com prioridade para instalação do reservatório, mas esse processo estava demorando demais, até sem previsão de início para as obras. Para acelerar o projeto, os moradores começaram a fazer reuniões com a Secretaria da Educação da cidade. Algumas dessas pessoas foram capacitadas para fazer a construção da cisterna de forma voluntária e, através do Cisterna nas Escolas, foi recebido todo o material sem custo nenhum.

O reservatório é completo com água da chuva captada no telhado do colégio, mas a prefeitura se comprometeu a abastecê-lo através do caminhão-pipa, caso seja preciso. Depois de todo o trabalho, instituições ligadas à ONG ASA começaram a oferecer cursos para capacitar os professores a falar sobre a questão ambiental, preservação e economia.

Com o acesso à água, as crianças passaram a aprender, também, como cuidar desse recurso. Um dos objetivos da professora é fazer uma horta com a ajuda dos alunos, para mostrar a importância que é não só ter a água, mas saber cuidar dela e aproveitá-la da melhor forma.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA