De um milhão de mortos a um milhão de cisternas: Carta do IX Encontro Nacional da ASA

Conheçam o posicionamento político da articulação do Semiárido Brasileiro construído durante o IX EnconASA, realizado em Mossoró, entre os dias 21 a 25 de novembro e que teve participação dos povos e comunidades tradicionais de todo o Semiárido Brasileiro.


Conheçam o posicionamento político da articulação do Semiárido Brasileiro construído durante o IX EnconASA, realizado em Mossoró, entre os dias 21 a 25 de novembro e que teve participação dos povos e comunidades tradicionais de todo o Semiárido Brasileiro.


Publicado há 1 ano, 5 meses

Há mais de dois séculos as pessoas morriam no Semiárido devido às condições climáticas. Milhões de mortes em decorrência dos efeitos da seca e da omissão do Estado. A indústria da seca concentrou terra e água.

As obras de combate à seca demonstraram o papel dos governos: excluir a população pobre e enriquecer os velhos coronéis. As histórias de migração da região semiárida são conhecidas no imaginário nacional. Contudo, essa realidade começou a ficar no passado. Vivemos hoje o quinto ano de uma estiagem ainda mais severa e nenhum ser humano teve sua vida ceifada pelos efeitos da seca.

Esta nova realidade resulta de políticas de convivência com o Semiárido, pautadas nas estratégias e práticas construídas e desenvolvidas pelos muitos povos do Semiárido que se articulam na ASA. Enfrentamos, no momento presente, duros golpes contra nossas conquistas e nosso futuro. Profundos cortes orçamentários vêm sendo feitos nos programas sociais, inviabilizando políticas de apoio à agricultura familiar, a povos e comunidades tradicionais, a garantia de segurança alimentar e nutricional. Mesmo assim, seguimos unidos na luta por um modelo de desenvolvimento que fortaleça uma nação soberana e democrática.

Conheçam o posicionamento político da articulação do Semiárido Brasileiro construído durante o IX EnconASA, realizado em Mossoró, entre os dias 21 a 25 de novembro e que teve participação dos povos e comunidades tradicionais de todo o Semiárido Brasileiro.

É NO SEMIÁRIDO QUE A VIDA PULSA, É NO SEMIÁRIDO QUE O POVO RESISTE

 

Carta Política:

http://www.caa.org.br/media/publicacoes/Carta-Politica-do-IX-EnconASA.pdf

 


Postado por: Fabiano Cordeiro César

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA