Direitos e fortalecimento da organização são conquistas celebradas no dia do Trabalhador Rural


Publicado há 5 anos, 11 meses



Mais atuantes, os Sindicatos  dos Trabalhadores Rurais do Norte de Minas cumprem seu papel de buscar melhores condições de vida e ampliação dos seus direitos.
Kelly Cristina de Aquino Comunicadora da ASA Minas/CAA-NM e Helen Santa Rosa  - Assessora de Comunicação do CAA-NM
O dia 25 de julho foi escolhido para homenagear àqueles e aquelas que cuidam da terra e dela produzem o sagrado alimento. Em alguns municípios do Norte de Minas a atuação dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, ao passar dos anos, está cada vez mais ativa é o exemplo dos Sindicatos de Rio Pardo de Minas e Riacho dos Machados que possuem juntos mais de 10 mil associados. E nesta data, os Trabalhadores Rurais tem muito a comemorar porque atualmente, os sindicatos fazem um trabalho forte de representação e defesa dos direitos do trabalhador rural, que em conjunto conseguem avançar nas conquistas para as famílias do campo.  
 “Vejo os avanços dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais a partir da divulgação dos valores, as pessoas já reconhecem o trabalho do Sindicato no que se refere às políticas que beneficiem e garantam vida digna no campo. Temos a preocupação de manter o agricultor familiar na zona rural, contudo, a estrutura é fundamental em parceira com a união dos trabalhadores para busca de melhorias”, esclarece a presidente do sindicato de Riacho dos Machados, Joeliza Aparecida de Brito Almeida. 
A atuação de Riacho dos Machados pelos interesses dos agricultores familiares é antiga. O município do Semiárido Mineiro, que fica na encosta da Serra Geral e tem como característica ser habitada por 70% da sua população por agricultores familiares. O Sindicato possui como bandeira duas causas: o acesso a terra e a luta contra os impactos ambientais e sociais causados pelas mineradoras. Ao longo dos anos, o Sindicato progrediu na execução de atividades para o trabalhador rural além de encaminhamentos de questões ligadas aos direitos do trabalhador, há cerca de um mês o sindicato está oferecendo atendimento jurídico para os trabalhadores rurais e nas comunidades quando necessário.
O agricultor familiar, João Miranda de Aguiar, mora na comunidade Fazenda Velha, na zona rural de Riacho dos Machados, há 22 anos, pai de 3 filhos ele destaca que é preciso comemorar o dia do trabalhador rural. “Há muitos anos, nós recebemos o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais o que é importante para fortalecer a união e luta dos companheiros”, afirma.
Rio Pardo de Minas  - Em 2014, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais Assalariados e Agricultores Familiares do município de Rio Pardo de Minas, completa 30 anos de atuação no município e região, e ao longo de sua trajetória tem lutado para garantir os direitos dos trabalhadores rurais; atuando para melhoria da qualidade de vida do agricultor familiar. A região abriga cerca de 80% desses agricultores vindos de comunidades tradicionais do Norte de Minas. Atualmente, o sindicato é constituído de 5 mil sócios.
“ Celebramos o reconhecimento da  categoria. Hoje, o agricultor familiar tem direitos. Só no ano de 2012, foram aprovadas em média 28 aposentadorias, 17 salários maternidade, 150 auxílios doença e 6 pensões por morte. Considero, como uma grande conquista do sindicato o acesso a terra, mas ainda, é um desafio fazer com que o agricultor tenha de fato o documento de sua terra. Mas nesta data é importante lembrar estas pessoas que fazem com que o sindicato do trabalhador rural exista”, diz o presidente do sindicato de Rio Pardo de Minas, Elmy Pereira Soares.  
O sindicato incentiva a produção, o beneficiamento e a comercialização dos produtos da agricultura familiar, com a divulgação de experiências de agroecologia e alternativas de convivência com o semiárido. A instituição contribui para a formação e conscientização social, para que mais famílias agricultoras tenha acesso à documentação pessoal e aos direitos previdenciários.
O presidente analisa ainda que para o futuro a instituição tem como meta expandir e criar alternativas para que os trabalhadores rurais possam conviver melhor com o semiárido e, ao mesmo tempo, desenvolver projetos que lidem com as mudanças climáticas.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA