Escolas rurais de Minas recebem cisternas de água de chuva


Publicado há 9 anos, 6 meses


A Articulação no Semiárido Mineiro, ASA Minas, lança na próxima terça feira, dia 7 de dezembro, o Programa Cisterna na Escola, realizado em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS) e Cooperação Espanhola. O evento acontece das 15 as 19 horas no auditório da Faculdade de Educação da UFMG, e conta com a presença da presidente da ASA, Valquiria Smith, de representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene) e do Comitê Nacional do Pacto Um mundo para a criança e o adolescente do Semiárido, além de agricultores envolvidos nos programas da Articulação. Será lançada também a série de desenhos animados feitos pelo Canal Futura, em parceria com a ASA.

O Programa Cisterna nas Escolas prevê a construção de 107 cisternas de 52 mil litros de captação de água de chuva em escolas municipais da zona rural do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha. A construção é feita em mutirões e envolve também momentos de formação, com a discussão da educação contextualizada.

Água para beber e plantar

Integrante da ASA Brasil, a ASA Minas é uma rede formada por cerca de 170 organizações da sociedade civil, que luta pelo desenvolvimento social, econômico, político e cultural do Semiárido mineiro, nas regiões do Norte do Estado e Vale do Jequitinhonha. Desenvolve os programas Um Milhão de Cisternas Rurais (P1MC) e Uma Terra e Duas Águas (P1+2) com apoio do MDS e Guarda Chuva, em parceria com o Governo de Minas.

Desde 2003, a ASA construiu em todo o Brasil 315 mil cisternas de 16 mil litros de captação da água da chuva para consumo humano, mais de 14 mil apenas em Minas Gerais. Também tem feito junto as famílias do Semiárido tecnologias de captação da água da chuva para a agricultura familiar, entre elas a cisterna calçadão, reservatório de 52 mil litros. Já passam de 6 mil cisternas desse tipo no Brasil, 751 em Minas. “Eu sempre quis morar em um lugar que tivesse água. Agora, com a ASA, a água veio morar perto de mim”, afirma o agricultor Manoel Messias, de Porteirinha.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA