Estudantes e agricultores trocam Sementes da Gente


Publicado há 8 anos, 10 meses

Lívia Bacelete
Cáritas Regional Minas Gerais



A Cáritas Regional Minas Gerais realizou duas Oficinas de Trocas da Semente da Gente no município de São Francisco, no Norte de Minas. Nos dias 29 e 30 de junho, a Oficina aconteceu na Escola Família Agrícola de Tabocal e contou com a participação de 60 estudantes do segundo e terceiro ano da Escola. Nos dias 01 e 02 de julho, ela foi realizada no Assentamento São Francisco II, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), e teve a presença de 25 agricultores e agricultoras.


Para Admilson Mota dos Santos, do Assentamento São Francisco II, a Semente é da Gente porque são sementes da vida. “Elas mantêm nossas raízes, porque são sementes que vêm dos nossos pais, avós, não têm veneno, geram saúde e não câncer”, acredita ele. Admilson diz que a oficina foi importante, pois muita gente no assentamento usa veneno e agora aprenderam a plantar com a Semente da Gente, “sem colocar veneno vão colher um alimento que faz bem para saúde”.


As oficinas fazem parte da Campanha Semente da Gente e são atividades do projeto “Implementação das Casas de Semente da Gente no Semiárido Mineiro”, executado pela Cáritas Regional Minas Gerais, em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Elas tiveram como objetivo capacitar os participantes em produção de sementes e gestão de casas de sementes. Além de planejar com eles, como será a implementação do projeto.


Nesta etapa, o projeto pretende implementar 12 casas de sementes em comunidades rurais dos municípios de Varzelândia, Porteirinha, Alto Rio Pardo, Itinga, Rubim, Jequitinhonha, Minas Novas, São Francisco, Januária, Olhos D’Água, todos no semiárido mineiro.

Campanha


A Campanha Semente da Gente é uma ação da Cáritas Regional Minas Gerais com o objetivo discutir os males causados pelo uso das sementes híbridas e transgênicas, tanto na saúde, quanto ao meio ambiente e na vida das pessoas. A Campanha visa denunciar o atual modelo de agricultura, com a produção de sementes híbridas, transgênicas e uso abusivo de agrotóxico, mas também anunciar as iniciativas desenvolvidas com a agroecologia e a produção de sementes nativas e crioulas. A Campanha tem a parceria do Instituto Sociedade População e Natureza/ PPP Ecos e Instituto Marista de Solidariedade.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA