Intercâmbio entre comunidades do norte de Minas mostra o poder da ação comunitária.


Publicado há 8 anos, 2 meses

Por Priscila Souza de Carvalho
Comunicadora Popular ASA/Cáritas.

A Cáritas Regional Minas Gerais realizou um intercâmbio comunitário nos dias 15 e 16 de março na comunidade de Barra do Pequi município de Chapada Gaucha, norte de Minas.
Esta visita de intercâmbio foi entre a Associação Comunitária Mãe Ana (ACOMA) da comunidade de Barra do Pequi e as comunidades rurais de Januária e Bonito de Minas, Sambaíba, Santo Antonio do Borrachudo, Sumidouro, Macaúbas.
A ACOMA abriu as suas portas e nos contou sua história que já passa de 16 anos de caminhada, fundada em 1996 a comunidade e possuindo hoje mais de 200 associados, a ACOMA desenvolve ações como documentação de pessoas que não possuem nem certidão de nascimento, conseguindo desta forma o reconhecimento de várias comunidades tradicionais que existiam, mas não tinham documentação como à comunidade quilombola de São Felix, Natal solidário, Construção de Cisternas de Captação de água da Chuva, Reformas de Telhados de palha para barro para poder captar água da chuva.
Além disso, também promoveu a Construção de Cisterna Calçadão para armazenar a água da chuva para produção de alimentos, Fundação da Associação e da sede da Escola Família Agrícola de Tabocal (EFA Tabocal), aquisição de maquina de tijolo ecológico para construção de sede e reformas das casas da comunidade, Biblioteca comunitária, Casa digital com computadores, cursos e internet aberta para toda comunidade, Biodigestor, Festival de CONVIVÊNCIA com o Semiárido, Grupo das Bordadeiras, Apicultura e Artesanato.
Está e outras tantas coisas foram feitas por esta pequena e audaciosa organização comunitária do norte de Minas, ACOMA.

“Gostei muito da perseverança e da força de vontade que eles têm de conseguir as coisas, a persistência de correr atrás dos objetivos, na minha comunidade a gente tinha de ter isso, perseverança de alcançar nossos objetivos”, disse Aurenice de Bonito de Minas depois de conhecer a experiência da ACOMA.

O intercâmbio comunitário é um momento dentro do Programa de mobilização e formação para convivência com o semiárido do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) da Articulação do Semi-Árido (ASA) executado pela Cáritas que é membro da articulação. A atividade busca fomentar que as comunidades conheçam experiências concretas construídas por iniciativa das próprias comunidades vizinhas valorizando o conhecimento popular e mostrando possibilidades de desenvolvimento solidários e sustentáveis.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA