Minas Gerais realiza Encontro Estadual dos Fundos Solidários


Publicado há 8 anos, 1 mês

Por Samuel da Silva,
assessor da Cáritas Regional Minas Gerais 

Cerca de 50 representantes dos Fundos Solidários de várias regiões de Minas Gerais participaram do Encontro Estadual dos Fundos Solidários, que aconteceu dias 28 e 29 de junho, em Montes Claros, no norte do estado. As entidades de apoio e fomento que participam do movimento de Economia Popular Solidária também marcaram presença no encontro, ficando a ausência marcante por conta dos representantes governamentais. 

O Encontro Estadual é uma iniciativa do projeto de Fundos da região sudeste e foi organizado pela Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais, a Associação Vencer Juntos Com Cristo e a Cáritas Arquidiocesana de Montes Claros. Com o objetivo reunir as diversas experiências de Fundos Solidários e realizar uma primeira devolução do mapeamento dos Fundos no estado, o encontro também foi marcado por espaços de formação, apresentações de experiências e trocas de fazeres e saberes. 

No início do evento, durante a manhã do dia 28, foi realizado uma análise da conjuntura atual, trazendo elementos da Rio+20, da crise econômica mundial e os caminhos para enfrentamento desta situação. Este momento contou com a contribuição do assessor da Cáritas Regional Minas Gerais, Márcio Adriano Camargo. 

Um segundo momento do encontro teve a contribuição de Ademar Bertucci, assessor nacional da Cáritas Brasileira, que realizou um resgate histórico dos Fundos Solidários no Brasil, inclusive provocando a resgatar esta história em Minas Gerais. Ademar lembrou que em Montes Claros, no final dos anos 80 e início dos 90, existiu um importante fundo que apoiou inúmeros projetos na região do Vale do Jequitinhonha, Norte e Noroeste de Minas. 

Durante o encontro, foram apresentados os primeiros resultados do mapeamento dos Fundos Solidários em Minas Gerais. Os números e olhares sobre a realidade em que são geridos os fundos, aspectos metodológicos, avanços e desafios apresentados por aqueles que vivem a construção das finanças solidárias no estado. 

O assessor Ademar Bertucci trouxe elementos para a compreensão da atualidade dos fundos e as perspectivas que se colocam enquanto política pública de apoio às finanças solidárias, marco legal, a situação do BNB (Banco do Nordeste do Brasil) e o Comitê Nacional dos Fundos. A organização do encontro contava com a participação de representantes dos órgãos públicos para esta discussão, que não compareceram.

Ainda durante o encontro, foram apresentadas experiências de fundos em Minas Gerais, que trouxeram aspectos sobre a história, gestão, fontes de alimentação, entre outros. Apresentaram-se as seguintes experiências: Fundo Rotativo de Apoio aos Feirantes do CAV de Turmalina (Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica); Fundo Rotativo da ASVEJC (Associação Vencer Juntos com Cristo); Fundo Rotativo do Projeto Siriema – Cáritas Diocesana de Januária; Casas Comunitárias de Sementes das Comunidades Paraguai (Felisburgo), Caldeirão (Itinga) e Tamboril (Januária); Fundo Diocesana de Leopoldina. 

O encontro foi finalizado com os encaminhamentos discutidos pelos participantes, que se organizaram por regiões (Norte de Minas, Vale do Jequitinhonha e Mucuri, Zona da Mata, Médio Piracicaba, Região Metropolitana de Belo Horizonte e Vale do Rio Doce). Ficou definido como principais encaminhamentos a realização de encontros por regiões, a criação da Articulação Mineira dos Fundos Solidários e a continuidade do projeto, garantindo recursos para a realização de oficinas locais e regionais. Foi consenso de todos que a criação da Rede de Fundos para lutar pelo fortalecimento das finanças solidárias é de suma importância.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA