Região do Rio dos Cochos será mostrada no programa Globo Ecologia


Publicado há 10 anos, 5 meses

A Cáritas Diocesana de Januária e a Associação dos Usuários da Sub-Bacia do Rio dos Cochos, a ASSUSBAC, comunicam que neste sábado, dia 29 de maio, será exibida uma matéria sobre a sub-bacia do rio dos Cochos no Programa Globo Ecologia, da TV Globo.

A matéria vai ao ar às 06:50 da manhã e irá abordar as atividades e ações desenvolvidas nas comunidades pelo Programa de Recuperação e Preservação do Rio dos Cochos. O programa é desenvolvido pela Cáritas em parceria com a ASSUSBAC, apoio financeiro de MISEREOR (Alemanha), no município de Januária e Cônego Marinho.

A Cáritas Diocesana de Januária convida a todos e todas para assistir a divulgação, a nível nacional, desta iniciativa para o desenvolvimento sustentável da região da Bacia do Alto Médio São Francisco.

Programa de Recuperação e Preservação do Rio dos Cochos

O Programa atua em seis comunidades que fazem parte da bacia do rio dos Cochos, um subafluente do rio São Francisco. São elas: Cabeceira dos Cochos, Sumidouro, Sambaíba, Mamede, Roda D’Água e São Bento, situadas nos municípios de Cônego Marinho e Januária. Ele atende cerca de 300 (trezentas) famílias, com o objetivo de trabalhar a recuperação e a preservação do Rio dos Cochos, envolvendo-as em um processo de capacitação, monitoramento e administração do projeto em todas as suas etapas.

O Programa apóia a formação de grupos e associações comunitárias, incentivando a auto-organização das comunidades e o protagonismo dos agricultores e agricultoras que vivem na região do rio dos Cochos. Desde seu início em 2001, foram fundados 01 associação com atuação em toda sub-bacia e 02 grupos com atuação comunitária, respectivamente, ASSUSBAC (Associação dos Usuários da Sub-Bacia do Rio dos Cochos), GMEC (Grupo de Mulheres em Exercício Comunitário do São Bento) e Grupo de Mulheres Extrativistas da Sambaíba. Também foram construídas 531 barraginhas de contenção de enxurradas nas 06 comunidades da sub-bacia. Além disso, o Programa vem implantando e incentivando atividades de apicultura, de criação de caprinos, galinhas semi-caipiras, um entreposto de frutos do cerrado, campo e casa de sementes.

O Programa de Recuperação e Preservação do Rio dos Cochos tem como parceiros a Cáritas Brasileira, Universidade Federal de Lavras, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade de Brasília (UNB), Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas, Universidade dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, CAA-NM (Centro de Agricultura Alternativa de Montes Claros), ASA (Articulação no Semi-Árido), Sindicato dos Produtores Rurais de Januária, ISPN (Instituto Sociedade, População e Natureza), Emater, IEF, CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), FAPEMIG.

Busca no blog

POSTAGENS POR DATA